STJD acompanha polêmica entre rivais do Maranhão por entrega de jogo na Série C

0
15



A rivalidade entre Sampaio Corrêa e Moto Club no futebol do Maranhão gerou muitas especulações nos últimos dias por conta da disputa no Campeonato Brasileiro da Série C – a terceira divisão nacional. A direção do Moto Club acusou o rival de ter entregado o jogo para o Botafogo-PB, no último sábado, que o rebaixou para a Série D. Para evitar que especulações denigram a imagem da competição, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) prometeu analisar informações sobre o caso.

Mas não existe nada concreto, por isso não há nenhuma denúncia formal. O próprio presidente do Moto Club, Célio Sergio, informou que ainda está estudando a possibilidade de denunciar o rival. O clube está levantando informações e prometeu que só tomará alguma atitude caso ache uma prova concreta.

Na rodada final, o Sampaio Corrêa perdeu em casa para o Botafogo-PB por 3 a 2, deixando o time paraibano com 21 pontos, em oitavo lugar. Superou o Moto Club, com 20, que perdeu para o Fortaleza por 1 a 0, na Arena Castelão, na capital cearense. Só dependia de suas forças, mas acabou rebaixado.

Mesmo perdendo em casa, o Sampaio Corrêa terminou na liderança do Grupo A, com 32 pontos. Nas quartas de final vai decidir a sua vaga ao acesso contra o Volta Redonda, quarto colocado do Grupo B. O primeiro jogo será no interior do Rio de Janeiro e o segundo no Maranhão.

GOZAÇÕES – Além de cair à Série D, o Moto Club teve que engolir as gozações do rival de São Luis. Antes mesmo da rodada final, disputada no último sábado, havia uma série de publicações nas redes sociais do Sampaio Corrêa.

Com vídeos e imagens, o clube tricolor ironizou o fato do rival depender do resultado do seu jogo para evitar a queda. Em um vídeo divulgado no Twitter, o zagueiro Maracas aparece rindo e dizendo: “A gente nunca sabe o que pode acontecer, mas o time vai entrar para ganhar. Você não pode perder esse jogo, é 100% de satisfação garantida. Segue o líder. ‘Vamo’ embora Sampaio… quem depende da gente?”.

A assessoria de imprensa do Sampaio Corrêa divulgou uma nota oficial para esclarecer o assunto: “Trata-se de uma peça publicitária da agência de marketing contratada pelo clube, que não tem gerência nenhuma sobre o departamento de futebol. Uma campanha para divulgar o jogo, utilizando apenas provocações habituais entre rivais. A diretoria e comissão técnica do Sampaio sempre se comprometeram com a seriedade e respeito ao jogo, assim como todas as outras 17 partidas da competição”, informou.



Source link

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here